Conpozissõis Imfãtis do Millôr

(Do livro Conpozissõis Imfãtis, Millôr Fernandes, 1975)

Para os adultos infantilizados (sou), fiz uma seleção de 5 “Conpozissõis Imfãtis” escritas por Millôr Fernandes. Ele conseguiu descrever alguns pedacinhos do mundo com simples verdades. :}

O que uma criança diria sobre…

O Escuro

“O escuro é onde a gente vê o que não está lá. Vem quando a mamãe diz: “Boa noite, dorme direitinho, meu filhinho” e apaga a luz. Aí a gente só sente os barulhos e fica pensando noutras coisas completamente diferentes daquelas que tem no quarto quando o quarto está claro. Aí dá muito medo e a gente chora até que a mãe da gente volta e acende a luz e o escuro sai pro corredor.”  ❤

O Leão

“O leão é um animal que há muito tempo não vai ao barbeiro. Senão teria cortado o cabelo e ficaria muito igual à mulher dele. O leão tem a cabeça muito grande que é para não poder fugir da jaula. Agora na jaula quem põe ele lá é o guarda e aí está por que é o rei dos animais. O leão dizem que é feroz mas deve ser quando a gente não está olhando porque quando a gente está olhando ele fica o tempo todo dormindo e não há jeito de enferocizá-lo e quem fica furioso com isso é o guarda. O leão também papai gosta muito de jogar nele mas isso só quando sonha com elefante. E aí é que dá cobra.”

O Doutor

“O doutor é o homem que escreve com aquela letra que se a gente escrevesse assim levava zero. Só vem quando tem gente doente na família, e o que é mais triste é que cobra quinhentos cruzeiros. Papai fala mal dele quando ele vai embora, e mamãe só toma o que a vovó recomenda. Quando eu crescer eu quero ser dos que recebem as quinhentas pratas e não dos que pagam.”

O Sexo

“O sexo é uma coisa que todo mundo tem, só com a diferença que nas mulheres é feminino e nos homens é masculino. É uma coisa que quando a gente quer saber mais sobre, a mamãe manda perguntar ao papai e o papai diz que depois explica. Eu já sei também que o sexo é uma forma de energia para fazer funcionar a telefônica, porque noutro dia minha tia disse que se não existisse ele (sexo) os telefones do mundo não funcionavam nem a metade.”

A Criança

“A criança é uma coisa assim bem depressa, assim bem macia, cheia de muitas palavras erradas que todo mundo ri. Elas gostam bastante só de brincar e têm medo de apanhar porque estão sempre fazendo aquilo que não devem. Elas querem tudo que vêem e pedem com a mão e com o olho. É muito difícil obrigar uma criança a se lavar, agora a se sujar não é não. Criança é muito teimosa e nunca faz o que os mais velhos mandam de modo que tem muita que ninguém quer. É por isso que eu nunca vi pai e mãe sem filho mas tem muito filho sem pai nem mãe.”

E algumas “Lissões de Coizas” (juro que são importantes!) para nunca esquecermos:

~ Uma bola é o que rola.
~ Branco é o sem cor nenhuma nele.
~ Colo é o que a gente quer de noite, mas de dia o quintal é melhor.
~ Comida tem sempre demais no prato mas sobremesa nunca tem bastante.
~ Crescido é o que se fica ao deixar de ser pequeno.
~ Cachorro é onde a gente bota a culpa duma porção de coisas que foi a gente que fez.
~ Sonho é o que dá um medo danado, mas quando a gente acorda a mãezinha está bem quentinha ali junto. (Quem nunca?!)
~ Resfriado é o que escorre do nariz.
~ Botão é pra gente andar sempre desabotoado.
~ Cachorro é pra gente chatear ele, a não ser os que avançam.

Qualquer dúvida, consultem a criança mais próxima! 😀


Uma ótima vida.
Valeu! :*

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s