Sobre talentos

QUAL É O SEU TALENTO?
Parece o nome de um programa de calouros, mas não, é uma reflexão nada séria a respeito da vida.

Sou aquele tipo de pessoa que não tem talento nenhum. Nunca consegui aprender a costurar, fazer artesanato, bordado, maquiar, fazer escova no cabelo ou cozinhar maravilhosamente bem.  Devido ao meu desastre, todo e qualquer trabalho manual é a personificação do fracasso.

20151106_154525

Para provar que não tenho dom manual, fiz esse desenho de um leão muito bravo na selva.

Todavia, enquanto estou aqui à procura do meu talento ou pensando na falta dele, existem milhões de pessoas talentosas no mundo que não sabem o dom que têm. Escrevendo isso, lembrei-me de certa madrugada em que depois do bar, eu e uns amigos paramos para comer um cachorro quente na rua. Enquanto esperávamos o lanche ficar pronto, se aproximou de nós um andarilho que começou a conversar. Conversa vai, conversa vem, o andarilho disse que era poeta e conhecia muita poesia. Óbvio que foi subestimado por todos que estavam ali. Foi pedido então, para que recitasse um poema (já não lembro de qual autor), e para surpresa da geral, ele recitou perfeita e lindamente! E mais, recitou também uns poemas de autoria própria e que eram simplesmente incríveis. Agora você começa a pensar: Será possível isso? Será! Óbvio que será. Talvez o estilo de vida daquele andarilho, por escolha ou por necessidade, faça com que o seu talento seja sequer observado pelos outros. Mas ele se apresentar como poeta naquela noite mostrou que ele reconhece que sabe fazer algo bem! Eis que, dentro de outra realidade, vejo aquele colega desempregado dono de uma criatividade incrível. Ele sabe cozinhar, bordar, pintar e costurar. Tem telas, máquina de costura, um curso de graduação nas costas, contatos e roupas limpas. Porém, prefere esconder tudo o que sabe embaixo de reclamações e não enxerga suas próprias capacidades. Se eu pudesse ser Deus, despertaria na mente de cada um o reconhecimento dos seus próprios talentos. Imagina que louco aquele cara engravatado do banco dançando ballet? (Talvez ele saiba fazer isso).

Ou seja, independente da situação atual em que vive o indivíduo, nada tira dele a capacidade de oferecer algo de bom para o mundo se ele reconhece que pode fazer isso. Oportunidades foram feitas para serem agarradas e quando a oportunidade está nas suas próprias mãos ou mente, melhor ainda. Já parou pra pensar nisso? Sobre qual é seu talento e se você está se auto boicotando por receio ou comodismo?

Entendem o que quero dizer?! Espero que sim. Não tenho talento pra expressão.


Uma ótima vida!
Valeu. :*

Anúncios